sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Feliz Desaniversário em Barcelona!


Tudo começou ano passado, quando planejamos a volta pro Brasil e eu disse que o unico lugar que sentia não ter ido era Barcelona. Então esse ano no primeiro feriado prolongado, em maio, resolvemos ir, mas o vulcão adiou os planos e replanejamos pro aniversário do Lu, dai foi a vez da greve dos controladores de voo franceses adiar a viagem. Então dessa vez esperei pisar em Barcelona antes de comemorar.

Pegamos o primeiro trem pro aeroporto, as 5:20 da manha. Dentro do trem o Lu sentiu falta do celular e lembrou que deixou ele em cima do banco da estação em Vevey, mas já estavamos longe e como muita gente pega o trem pra ir trabalhar ele declarou o celular como perdido, trocou as senhas usando o celular do trabalho e o humor pelo pior possivel. Quando ele começou a brigar pensei logo: tá ai o que vai estragar a viagem dessa vez. Mas pra nossa sorte a pessoa que achou o celular trabalha na estação e depois de varias ligações o cara atendeu e combinaram do Lu passar lá e pegar o celular de volta.

Realmente o Lu foi a estrela dessa viagem. Vai lendo.

Chegamos no hotel e o Lu empacou na porta. "Vi, não é esse hotel não, esse é 5 estrelas". É que eu reservei o hotel numa promoção de 50% de desconto e como era o aniversário dele escolhi um bem legal, mas ele nem lembrava. Mostrei a reserva impressa e ele desempacou.

Não sabia que o maior festival de cultura Catalã aconteceria exatamente no final de semana que estavamos em Barcelona. E como era gratuito, inclusive os museus, estava tudo lotadissimo e as filas eram assustadoras!

Multidão próximo a uma estação de metro. É a festa La Merce.

Priorizamos algumas coisas e deixamos outras pra uma próxima vez. Andamos a cidade toda, parte em metro e parte a pé. Não compramos o passe de 3 dias, compramos 2 carnes com 10 tickets e foi suficiente e bem mais barato.

Na primeira noite chegamos exaustos no hotel, no elevador o Lu disse surpreso "Esse hotel tem piscina no topo!" Não sabia se estaria calor então não arrisquei. Piscina é parte essencial do aniversário do Lu. Fomos então curtir a jacuzzi pra descansar as pernas. Sabe que realmente ajuda!


Revigorados saimos pra jantar na praia. Num restaurante sugerido por um colega de trabalho que é de Barcelona. É uma cadeia chamad Mocho's. A Paella estava otima e o vinho também, mas eu detestei a sobremesa. Chama Leite frito e é um pudim de leite empanado em ovo e frito - tinha um sabor de ovo tão horrivel!

Chegando no hotel tinha uma cava num balde de gelo e um prato com morangos banhados em chocolate amargo. Tudo super chique. Liguei na recepção pq estava com medo de ser engano e disseram que era um presente do hotel pelo aniversário do Luciano. Quando reservei disse que era celebração do aniversário dele e eles guardaram no sistema. Amamos!!!

Fomos dormir agradecidos e nos sentindo muito sortudos.

Na entrada do Palacio da Musica Catalã

Se tivesse que fazer uma escala de tudo que vi, o que eu mais gostei foi o Palacio da Musica Catalã, depois as obras de Gaudi e a cidade em si. Visitamos um museu de Dali e um de Picasso, apesar de não gostar muito de nenhum deles achei o de Dali bem mais legal.

No patio da Casa Mila (La Pedrera).

Não é facil entender as loucuras construídas pelos arquitetos catalões, mas nós vivemos num mundo muito diferente do que eles viviam. Imagine que eles viveram em uma cidade de vias estreitas, que estava sendo tomada por fabricas e o ceu por poluição. Então eles precisavam de muitos vidros e muitas passagens de luz, também queriam trazer pra dentro das construções um pouco de natureza, flores, animais e arvores. Por isso tantas formas arredondadas, mosaicos e colunas. Se olharmos hoje pros projetos inovadores eles são voltados pra economia de recursos, são ecologicos, minimalistas, tudo refletindo a ideia de escasses do mundo em que vivemos.

Fiquei triste em ver a maquete da igreja da Sagrada Familia e saber que não será construída como planejado, que retiraram um andar inteiro da igreja porque é muito dificil de ser feito. Se não tivesse visto não entenderia porque colunas são altas, parece ostentação e não condiz com o que Gaudi desenhava, mas vendo dá pra entender melhor a utilidade da altura do prédio. A obra perdeu um pouco o encanto pra mim, mas a fachada ainda é muito inspiradora.

Tiramos o ultimo dia para andar sem rumo e acabamos voltando a Rambla. O Lu achou uma loja do tipo "Fazemos qualquer negócio" e conseguiu mandar imprimir seu nome numa camiseta oficial da Espanha. Normalmente vem escrito F.Torres -do jogador espanhol Fernando Torres, mas ele comprou uma sem escrito e a loja imprimiu pra ele.

Também achamos um balde pra champagne da marca de vinho Torres, e o melhor que só pagamos 6 euros! Vem com o nome timbrado.

E ainda deu tempo de pegar o mercado La Boqueria aberto e comer numa barraca de frutos do mar. A barraca é um charme, mas meu prato de misto de frutos do mar não estava muito bom. Alguns estavam crus e muitos imundos. Lindo mas ruim...

Aproveitamos também pra comprar presunto espanhol nesse mercado, ainda bem pois depois descobrimos que estava muito mais barato que no free shop.

Eu amei ir a Barcelona, no final do quarto dia estava louca pra voltar pra casa, mas agora estou louca pra voltar lá.

Pra quem não conhece o termo Desaniversário, titulo do post: todos os dias do ano que não é seu aniversário são seus desaniversários. Foi o que fizemos em Barcelona: celebramos os desaniversários do Lu!

Dicas
Tem muitas e muitas dicas de viagem pra quem vai a Barcelona na internet, mas aqui vão as minhas:
- tudo é caro e se paga pra qualquer coisa, pra entrar, pra usar o elevador, o banheiro, tudo!

- o metro é bom e dá pra deixar os onibus turisticos pros americanos

- dependendo do lugar vc vai pagar 4 euros numa rodela de pão com queijo, então quando acha um sanduiche de pão, tomate e presunto por 7 acha barato, mas não é. Barcelona é cara.

- gorgeta? pouquissimos mereceram.

- tem mais brasileiros lá do que em qualquer outro lugar que visitamos, talvez empatado com Paris.

- lembrancinhas: os preços variam de porta a porta. De 10 pra 5, de 5 pra 3. E as vezes os falsificados são mais caros que os originais.

Restaurantes/Baladas pra repetir:

  • Mocho's - é uma cadeia e tem em varios cantos. Tem turistas, mas a paella estava boa (não salgada e nem aguada como na Suiça)

  • LaMarSalada - provamos o arroz negro nesse lugar e estava delicioso, as entradas também estavam estupendas!

  • La cerveteca - só vende cerveja e o ambiente é muito legal. Tivemos sorte de ir num domingo que tinha uma banda tocando. Estava otimo!

  • Cerveceria Catalana - os garçons são pessimos, mas as tapas boas. Não curti a sobremesa e o fato deles terem menu em espanhol diferente do em ingles, tem muito mais tapas no espanhol e o garçom não te dá o em espanhol sem você insistir.

  • Viena - é um botequim do tipo que temos muitos em São Paulo. Vc pede no balcao e a atendente grita lá pra dentro. O preço reflete a fama do lugar. Um americano publicou que é o melhor sanduiche do mundo (ele nunca comeu um lanche de trailler as 4 da manha depois de uma noite dançando). O sanduiche é gostoso, mas não é suficiente pra uma refeição, é pequeno e podia ter mais presunto. Mesmo assim vale a pena conferir. Passamos na porta 2 vezes e entramos pra um lanchinho nas duas.

http://picasaweb.google.com/vivian.p.teixeira/Barcelona

5 comentários:

Michele Anjos disse...

Vi pensei agora que nem o GPS "Recalculando". EU estava planejando ir pra Barcelona e Portugal em Novembro, acho que vou repensar depois dessas dicas. De repente é mais vantagem ir só pra lá.
Parece ser legal, mas de repente fica pesado ir pra dois lugares quando em um é tudo caro. Legal a dica.
Vamos ver o que o Luca vai sugerir, rsrs
Beijos

Vivian Teixeira disse...

Mi,

Só pra explicar:

sexta - a La Merce nos impediu de entrar nos museus, nosso primeiro dia na cidade não dava pra ficar mais de uma hora na fila.

sábado - depois de vinho e cava acordamos tarde

domingo - tentamos cobrir o que faltava, mas alguns lugares fecham as 15 ou 16 então mesmo acordando as 7 da manha foi impossivel.

segunda - todas as atraçoes estavam fechadas!

Cada atração custa entre 8.50 e 12 euros. Optei por comprar um artcard pra gastar menos com os museus.

Cada visita demora cerca de 1 hora. Menos na Sagrada familia que é fila pra entrar e depois fila pros elevadores entao depois de entrar vc gasta umas 2 horas.

Tem um onibus turistico de 2 rotas: azul e vermelha que se fossemos ficar menos tempo eu teria pego, pois parava na porta do hotel e cobre tudo. Mas escolhemos guardar os 29€/pessoa e andar de metro.

Restaurante: vinho de 19 a 30€, pratos principais de 15 a 25€, entradas 7 a 15€. Tapas variam muuito, de 2€ a 6€ uma fatia de pão com presunto. No restaurante pagamos 8€ em UM espetinho de carne!!!

Prioriza que dá sim pra conhecer as duas coisas, nós é que somos lerdinhos mesmo :)

Bjos

Erika disse...

Vi, adorei o post. Que bom que no final deu tudo certo e o Lu (e vc!) conseguiu aproveitar a viagem.

Vou ficar esperando pra ver as fotos.

Bjosss,
Erika

Anônimo disse...

Vi, amei a comemoração de desaniversário!
Um beijão pro Lu e procê!

Paulete

Michele Anjos disse...

Obrigada pelas dicas Vi, tenho muita vontade de conhecer.
Estão todas anotadas, e qualquer coisa pulo aqui no seu blog pra dar uma olhada :-)
Bjs