sábado, 27 de setembro de 2008

Dieta da semana

Eu e a Chantal marcamos de jantar juntas na sexta, mas eu voltei da China não cabendo nos meus jeans então tinha que emagrecer. Passei uns dias a base de salada e na sexta fomos recuperar as energias comendo um hamburguer em Oerlikon.

Pequeno hamburger do tamanho das nossas pequenas cabeças.


Ufa! Metade ja foi!
Os acompanhamentos eram otimos: cebola e batata frita, salada e muuuito ketchup, hot souce, Jack Daniels souce... tudo americano e ultra calorico.


Tchan tchan!! Comemos tudo e ainda pegamos um trem pra Zurich pra tomar chocolate quente!

Segunda-feira eu volto pras saladas :-)

Uva Uva


Olha essa: Trauben é uva em alemão. O nome dessa uva é uva, então ela é a Uva Uva!!

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Rapperswil


Essa semana voltei a Rapperswil. Eh uma cidade muito charmosa. Não sabia que era feriado e algumas lojas estavam fechadas, mas mesmo assim deu pra olhar vitrines, comprar azeitonas italianas e apreciar o lago de um ponto diferente. Ja não considero a vista do lago daqui de Zurique tão bonita, depois que você viaja um pouco pela Suiça acaba achando lugares bem mais bonitos.

O passeio foi super barato, com o cartão de 'paga meia', paguei 11,50 por um ticket que vale a partir das 9 da manha para todas as zonas. Achamos um macarrão la por 15 francos, mais coca por 5. Um dia de turista sem muitos gastos. O Lu ficou trabalhando, fui com a Mariana que estava de folga na sexta.

Fomos de trem (40 minutos) e voltamos de barco (2 horas). Enquanto esperavamos o barco sair uma mulher se aproximou da borda do lago e tirou os sapatos, achei que ela ia molhar os pés, dai ela tirou a calça, pensei que ela estava de biquini, e tirou a blusa! Ela ficou na verdade so com uma calcinha branca transparente, num frio danado e pulou dentro do lago de agua geladissima!!! Foi a sensação pra um grupo de adolecentes que estava no barco e começaram a tirar fotos. Ela saiu da agua longe das roupas então teve que correr pela passarela para se vestir. Deu pra ver tudo! Agora me diz: Precisava? Tava calor? As aguas do lago Zurique são curadeiras? Muito doido esse povo :-)

Eu e as azeitonas deliciosas.

sábado, 13 de setembro de 2008

Miss Italia

Foto exposta no Kunsthaus de um fotografo de Hong Kong.

Desde que chegamos de viagem nossa vida esta bem agitada. Nos primeiros dias não conseguimos voltar pro fuso horario e passei algumas noites dormindo poucas horas e outras muitas. Aproveitava que estava acordada pra fazer limpeza, cuidar das roupas... Foi uma semana de casa limpa!

Sabado passado a Ayami e o Juerg vieram tomar cafe da tarde aqui, com cha verde que trouxemos da china, pão e bolo feito em casa. Foi bem bom. Tem um lance engraçado com cafe da tarde em casa, nos cafes que eu ia em Campinas sempre acabava cedo, mas as 2 vezes que fiz cafe da tarde acabaram de madrugada!Uma vez em Manaus ficamos até as 5 da manha conversando, so na base de pão, leite e cafe! Dessa vez não foi diferente, ainda vimos um curta e um filme depois do cafe e ficamos até 1 da manha. Acho que o meu café é muito forte, então criei um novo estilo de cafe da tarde. Eh uma especie de brunch a noite, como isso seria? afternoon tea + dinner = tinner? Bom, fica pra quando eu estiver mais criativa.

Ganhamos uma picanha argentina de presente, dividimos em 3 deliciosos almoços. Quem diria... eu e o Lu precisando de 3 refeições pra dar conta de uma picanha... Teve uma epoca que não passaria de 1 dia! Ainda bem que isso mudou. Mesmo em 3 refeiçoes eu passei muito mal. Não estou mais acostumada com carne vermelha e gordura. Hoje em dia comemos muito mais carne branca e carne magra (avestruz) do que carne de vaca. Descobri que meu corpo trabalha muito melhor assim, com a carne vermelha tenho que comer pouco ou tomar remedio. Numa das refeições usei os temperos que trouxe da china, como molho de ostra e vinho de arroz, ficou perfeito! A cozinha que eu mais gosto é a minha mesmo, pq não consigo ser purista, misturo varios estilos pra fazer algo gostoso, não algo tipico...

Quarta-feira fui no museu Kunsthaus com a Ayami. Zurich tem menos de 400 mil habitantes e consegue ter museu com obras famosas. Achei bem divertido o passeio e fiquei impressionada com a organização do museu e com a iluminação. Hoje em dia os quadros mais famosos recebem um vidro na frente como forma de proteção e esse vidro sempre reflete a luz impedindo a gente de ver os detalhes da pintura ou tendo que ficar chacoalhando a cabeça na frente do quadro pra conseguir ve-lo, mas a maioria dos quadros aqui não tinham vidro ou estavam bem posicionados. Obvio que por ter muita arte modena não virou meu museu favorito. Afinal de contas um monte de saco de tecido pendurado com isopor dentro imitando dois penis em confronto é arte?? Parece mais serviço de moleque de colegial.

Tenho uma teoria sobre arte moderna: antigamente os pintores se tornavam famosos pela qualidade com que reproduziam uma pessoa ou uma paisagem, como a iluminavam, qual angulo as viam, como pincelavam... Hoje em dia da pra fazer a mesma coisa com muito mais precisão com uma maquina fotografica e um software, logo artista moderno é fotografo. Os que se dizem artista moderno acabam fazendo um monte de risco babaca e chamando de arte e um monte de gente metida a mais inteligente olha e fala que é interessante, complexo e profundo...
Não vou dizer que toda arte moderna é lixo, tem algumas coisas realmente criativas que são agradaveis de olhar, mas não da pra ficar apreciando trabalho de hospicio e chamando de arte... fala serio...

Mudando de assunto, o Lu conheceu um brasileiro de belo horizonte em um encontro do PMI e ele nos convidou pra jantar. Não sabiamos muito o que nos esperava. O Lu so falou com ele uma vez e não sabiamos quantas pessoas iriam nem nada. Foi muuuito legal! Conhecemos um grupo de brasileiros (mistos entre minas, bahia e interior de sp) super animado. E o Daniel, que o lu conheceu primeiro, fez uma risotada que estava otima!

Ontem fomos comer pizza juntos no Molino, estava super boa e ainda encaramos um bar depois onde eles tomaram caipirinha e eu uma coca pq estou velha e estava tentando manter meus olhos abertos. Achei os nomes das pizzas bem criativos, dai tirei o nome do post: Miss Italia é o nome da pizza que comi.

Ah teve mais uma essa semana, recebi um dvd de presente pelo correio do jornalista que eu conheci no trem entre Cracovia e Varsovia. Um filme polones que conta a historia de 3 amigos em 1890 no periodo industrial em Lodz. Ele mandou pra eu ver como era o lugar que visitei. Fiquei tão feliz com o presente que nem sei como agradecer. O Lu sugeriu de mandarmos um filme brasileiro, mas qual? Carioca violento ou nordestino engraçado? Não sei ainda.

Antes de viajar pra China fui com a Chantal no bar panoramico que fica em baixo do observatorio de Zurich. Adorei!

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Chengdu do meu ponto de vista

Jinli Street

Das 3 semanas que o Lu passou em Chengdu trabalhando, uma eu passei com ele. Não tinha muitos compromissos então aproveitei pra visitar os lugares com bastante calma.

Me diverti muito nos templos e sentada nas praças olhando o tempo passar.

O povo chines em Chengdu é muito alegre, de manha eles dançam nas praças, passam o dia jogando baralho ou mahjong, tomam cha o dia inteiro e a noite dançam, se exercitam, comem... Estão sempre pelas ruas animados e sorrindo.

http://picasaweb.google.com.br/vpteixeira/ChengduDiaADia

Nunca vou me esquecer do sabor da comida de Sichuan, extremamente quente e picante. As vezes você precisa de 30 minutos depois de uma garfada pra conseguir sentir outro sabor na boca, pq alem de picante a boca adormece e você não sente mais nada :-)

Pra cultura deles no calor, com o corpo quente, se come comida quente, no frio se come fria, completamente o oposto do nosso. Tambem não ha ordem: entrada- principal - sobremesa, tudo é junto. Sorvete acompanhando carne por exemplo :-)

Visitei varios lugares legais:

Templo de Taonismo - http://picasaweb.google.com.br/vpteixeira/ChengduQingyangTaoistTemplo

Templo Budista - http://picasaweb.google.com.br/vpteixeira/ChengduWenshuTemple

Wuhou Memorial - http://picasaweb.google.com.br/vpteixeira/ChengduWuhouMemorialTemplo

Du Fu Memorial - http://picasaweb.google.com.br/vpteixeira/ThatchedCottageOfDuFu

Wang Jiang Lou Torre (tambem museu do bambu) - http://picasaweb.google.com.br/vpteixeira/ChengduRiverViewingParkWangJiangLouTower

Ruas de compras:
http://picasaweb.google.com.br/vpteixeira/ChengduKuanLane

http://picasaweb.google.com.br/vpteixeira/ChengduChunxiRoad

http://picasaweb.google.com.br/vpteixeira/ChengduWenshuyuanStreet

http://picasaweb.google.com.br/vpteixeira/ChengduJiangYuanGongSouStreet

http://picasaweb.google.com.br/vpteixeira/ChengduJinliStreet

Praça - http://picasaweb.google.com.br/vpteixeira/ChengduTianfuSquare

Notas de viagem:
  • As dicas de Beijing valem pra Chengdu tambem: taxi, banheiro, sorriso...
  • Ficamos no Sheraton Chengdu Lido, com cama fofinha e café da manha pra todos os gostos.
  • Não espere achar vendedora falando ingles nem nas lojas mais chiques, muitas não sabem o significado de "how much?" Leve um amigo/guia ou tenha muita calma. Eu perdi a paciencia 2 vezes, uma comprando numa banca que dizia 19 e na hora de pagar queriam 39 sem saberem explicar o pq e outra pq eu perguntava o preço e a menina respondia que nao tinha meu tamanho...
  • A numeração deles é bem menor que a ocidental: M é L e L é XL, XL pode variar de XXL até XXXXL ! Mas os sapatos tem numeros muito menores. A minha etiqueta mostrava um numero, comprei 2 numeros menores, mesmo estando escrito: UK nas duas etiquetas! Por isso prove os sapatos!!!!
  • Nem toda loja aceita cartão de credito, você vai precisar de dinheiro vivo pra comprar na maioria dos shoppings.
  • Cuidado ao atravessar a rua, o sinal abre pra pedestres, bicicletas, motos e pra quem vai virar tudo ao mesmo tempo e a menor prioridade é do pedestre!!! Então nem pense que o carro vai parar so pq vc esta na faixa, eles vão buzinar e passar, vc tem que sair correndo mesmo.

Olha a placa desse carro. O transito é tão complicado que desejam boa sorte :-)

Montanha Emei, não amei!

Tarde de domingo, 31 de agosto de 2008.
Depois de um almoço bem ruim fomos pra Emei Mountain. Não faziamos ideia do que seria esse passeio, mas por ser uma tarde so, imaginei que subiriamos a montanha via algum transpote, olhariamos a paisagem e desceriamos pelo mesmo transporte. Ilusão minha...

Chegamos la o guia nos esperava, nos colocou dentro de um onibus que tambem ja estava nos esperando lotado. Subimos parte do trajeto com o onibus, depois outro ticket, vez do cable car. Subimos mais um bocado. Chegando no primeiro pico.

Era cheio de macacos safados que tentavam roubar suas coisas, uma garota foi atacada e chorou feito criança, foi uma gritaria! Eles pularam nas pernas dela e grudaram, uns funcionarios correram e tiraram eles com varas de bambu. Entramos num templo, olhamos e saimos. Sempre correndo - esse guia estava com pressa.

Ja na saida ele parou pra um cha... putz, mais cha!? Nem provei. Abri minha barrinha de carne e comi enquanto eles bebiam. Muuuuuito tempo depois continuamos, infelizmente pra baixo! Sim o passeio tinha acabado, agora era so escadaria pra baixo... Não da pra acreditar que fazem um passeio pra montanha sem parada pra curtir a vista, nem pra respirar ar puro... simplesmente correm correm e param pra tomar cha... depre.

Daqui a pouco outra parada pra cha, na terceira nem os chineses pararam eles passaram reto quando o guia sentou. Dai o guia desistiu e se mandou na frente... muito mala esse guia.

Enfim, vimos poquissimo da paisagem. A escadaria pra descer era pauleira e foi mais de uma hora de decida então no final os joelhos estavam me matando. Quando tinha corrimão eu usava pra ajudar a segurar a pressão sobre os joelhos.

Foi bem decepcionante. A viagem com guia em ingles demora 3 dias, então ou vai com tempo ou encara essa roubada ai :-)

Tem detalhes do trajeto no album: http://picasaweb.google.com.br/vpteixeira/EmeiMountainChina

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Buda Gigante de Leshan

Manha de domingo, 31 de agosto de 2008.

O buda

Compramos um viagem de um dia pra ver o Buda de Leshan e o monte Emei no domingo. Não consegui achar uma agencia que vende-se a viagem em ingles. Tinha que comprar em chines (680 yuans por pessoa com ingressos inclusos). Para incluir um guia em ingles teriamos que pagar mais o guia separado (300 yuans o dia) e a viagem do guia (+680 yuans). 680 yuans é 100 dolares! Então resolvemos encarar em chines mesmo, sem os adicionais pra ter alguem traduzindo pra gente.

A van nos pegou no hotel em Chendgu as 6 da manha e fomos pra Leshan. Motorista mais 3 turistas chineses. Chegando la ele parou numa barraquinha de rua pra tomar café da manha, não deu coragem, tentei encarar o banheiro do posto de combustivel em frente, foi duro!

O guia nos esperava no estacionamento do buda, nos deu um cracha pra pregar na camisa e começou a falar sem parar, era impressionante como o menino falava. Baixinho e afeminado com uma bolsa prada falsificada. Ele parava em todo canto mostrando e falando, falando, tudo em chines claro. Quando tinha placa liamos a explicação em ingles, mas sempre muito pobre. Tinha um dragão muito bonito e fui fotografar ele disse "No picture!!", pensei comigo, como é que vai desgastar o bixo de pedra se eu tirar uma foto? Mas respeitei e segui.

Paramos num templo, enquanto ele explicava sentamos pra descansar e tirar umas fotos. Nos templos sempre tem gente rezando, por isso é chato tirar foto dentro, meio falta de respeito. Fora ou quando esta vazio da pra fotografar sem problemas.

Descobrimos que não é so Manaus que tem encontro das aguas, em frente ao buda é o encontro de 3 rios e a correnteza é muito forte, então o buda fica ali olhando e protegendo as embarcações.

Vinte minutos de caminhada entre a entrada e o buda. Da plataforma so da pra ver a cabeça.

Antigamente o Buda ficava escondido por um painel de madeira e somente os olhos eram vistos do rio, o painel era um templo de onde os budistas podiam rezar de frente pro buda.

Eh realmente gigante e impressionante, foi construido entre os anos de 713 e 821, tem 71 metros de altura e é o maior buda escavado em pedra do mundo. A primeira vez que ele começou a ser reformado foi em 1914, então é uma descoberta bastante nova.

Descemos uma escadaria gigante e chegamos ao pé do buda. Queriamos uma foto juntos, mas conhecemos o estijo chines de fotografia e sabiamos que se pedissemos so apareceria nos dois na foto... Mesmo se configuramos eles acham o zoom na maquina e cortam toda a paisagem... misterios do oriente... Até que nos saimos bem tirando a foto com a maquina no chao mesmo.

A subida nos esperava, caramba, foi duro! Chegamos la em cima o guia esperava para continuar o trajeto, mostrou as fotos da reserva pra gente e queria saber se queriam ver mais ou tomar cha, os chineses escolheram tomar cha... Muito esquisito pra gente, mas eles passam rapido pelas paisagens, tiram fotos e seguem, sem relaxar, dai ficam horas tomando cha...

Fomos na tal casa de cha, estava vazia, obvio, todos queriam ver o parque não o cha, pedimos o mesmo que eles e estava horrivel! Tomamos um pouco e cansamos, mas eles não, um copo depois do outro... Encontramos uma turista inglesa, unico rosto não chines no parque. Tava dando a volta ao mundo em 1 ano e parou ali depois da escalada de 3 dias do monte Emei, depois ia passar 1 mes dando aula de ingles num orfanato. Achei o maximo. Muito simpatica.

Na saida fui fotografar um templo e novamene 'NO NO' resolvemos perguntar porque e um dos turistas explicou em ingles que dava azar! Rimos muito e voltamos pra tirar as fotos. Explicamos que pra gente não existe azar, que como não acreditavamos não faria diferença. Se pra você faz então não olha essa foto ai ao lado :-)

Uma pena não termos um guia so pra gente, tem um outro buda gigante no parque que não vimos pq a maioria não queria ir.

Na saida o guia me disse que o meu namorado era muito bonito, que tinha olhos lindos (rs)! Depois tentou corrigir elogiando meu nariz, tadinho tava encantado com o Lu :-)

video
Olha como o barco batalha contra o rio pra ficar parado em frente ao buda, imagina um barco ali no seculo 8!

Album: http://picasaweb.google.fr/vpteixeira/BudaGiganteEmLeshan

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Os Pandas


Sabado passado fomos ao Centro de Pesquisa dos Pandas em Chengdu (http://www.panda.org.cn/english/index.htm). Fica no norte da cidade e você atravessa uma area grande de vendas de moveis cheia de taxis bicicletas carregados de gente e caixas. Da pra ir de taxi, mas nossos amigos nos levaram.

Eu fui esperando um super centro, gigante! Achei o tamanho normal, mas realmente eles tem pandas de todos os tamanhos, do bebe ao gigante, pandas branco e preto e os miniaturas avermelhados. O mais legal é ver os pandas crianças porque eles não param quietos, ficam pulando um sobre os outros, brincando o tempo todo. Ja os grandes so vi tomando sol e comendo :-)

O centro permite que você pegue um panda criança no colo por uma doação de 400 dolares por pessoa, um pouco acima do nosso budget :-)

Foi uma manha muito agradavel!

video

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Noite em Xangai

video

No caminho de volta de Chengdu fizemos conexão em Xangai.

Não deu tempo de gostar da cidade. Fomos até o Bund pra ver as torres iluminadas do outro lado do rio e na rua de compras pra ver a alma da cidade.

Eh legal ver as torres, ficar assistindo os barcos passarem iluminados, mas o lugar é lotado de gente: mendigo, vendedores e turistas. Alem disso o cheiro de urina é insuportavel.

A rua de compras tambem impressiona, muitas marcas, shopping centers, restaurantes, luzes, turistas e muito muito vendedores querendo te passar mercadoria falsificada que ficam escondidas. Eles grudam no seu braço e falam: bolsa? relogio? quero te ajudar, do que precisa? E um desses a cada 5 passos!!! Teve um que grudou no braço do Luciano e nao largava, fiquei brava e comecei falar que tava chamando a policia, dai ele largou.

Nao conheço a historia de Xangai, mas deve ter recebido alguma influencia do Japao, pois tem bastante restaurantes japones. Arriscamos um de uma rede de Curry, estava otimo!

Ficamos no hotel Metropole, sabia que não era bom, so escolhi esse pela equação preço x localização. A cama é pequena e dura, o quarto tem vista pra uma parede e o ar condicionado é incontrolavel, mas fica a alguns passos do Bund e da rua de compras por isso vale a pena os 70 dolares da diaria. Ah! Va pra recepição com tempo pois eles são meio lerdos.

http://picasaweb.google.com.br/vpteixeira/Xangai