segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Natal em Roma

No Coliseu.

Ano passado queria ir pra Roma no Natal, mas a grana não deu, dai esse ano, com o incentivo da Rita (que foi ano passado e amou) e da baixa temporada nós fomos.

Chegamos na manha do domingo antes do Natal, o dia estava lindo, com o ceu azul e muita luz. Tivemos muita sorte com o hotel, limpo, organizado, bem localizado e barato. O pessoal do hotel tambem era muito prestativo.


Fizemos o caminho do hotel até o Coliseu e voltamos por dentro do Palatino, adoramos! Eu achava que tinha menos pedaços inteiros do que realmente ha e o Lu esperava ver mais, mas mesmo assim estar ali dentro foi bem legal. O bom da baixa temporada é a falta de fila :)

Não compramos a visita guiada ao Palatino, mas tinha tantos guias explicando que dava pra enteder um pouco de cada pedaço. Na casa de Augusto ouvimos a explicação da onde foi parar o marmore do local: cerca de 300 anos atras, quando o local eram ruinas abandonadas, o marmore foi transferido pro Vaticano. Um papa quis reformar o vaticano e reciclou o marmore pra não ter que mandar buscar no Egito.


Pantheon.

No dia seguinte descemos da Trinita dei Monti, passamos pela fontana di Trevi, Pantheon e encontramos a Lara e o Nataniel na piazza Campo de Fiori. Conheci a Lara no curso de alemão aqui em Zurich, ela é italiana e ele canadense e se mudaram de Toronto pra ca na mesma epoca que o Lu e eu. Eles nos guiaram pelo Trastevere, um bairro que por ser pobre e cheio de imigrantes virou cool e agora é cheio de artistas. Almoçamos e vistamos um igreja. A tarde encaramos uma caminhada até o Vaticano, voltamos pelo centro da cidade, por varios pontos turisticos que eles iam falando a historia do lugar. Acabamos a noite num bar em frente ao Pantheon regados a capuccino e cerveja. Foi um dia agradabilissimo!

Eu sabia da fama da Fontana de Trevi, ja tinha visto fotos, mas é muito maior e mais linda do que eu imaginava. Não cabe numa foto!

video

video
Pra voltar a Roma deixe uma moeda na Fontana de Trevi.

Outra surpresa boa foi o Museu do Vaticano, esperava ver umas obras sacras e escuras e encontramos um museu lotado de obras legais, como O Pensador de Rodin, varios Chagais e muitas obras de Raphael. Tinha outros como Dali, mas é muito psicodelico pra mim. A Capela Sistina fica dentro desse museu também e a maioria dessas obras famosas ficam no caminho pra capela. Eh engraçado ver o corre corre das pessoas pra chegar logo a Capela, porque são varias escadas e é cansativo. Vai ver foi por isso que colocaram tanta coisa boa no caminho. (foto da gente na torre da igreja de São Pedro no Vaticano)


video
Capela Sistina.

A noite de natal passamos com a familia da Lara. Eles nos receberam pra ceia com direito a presente e tudo. Jogamos banco imobiliario com o sobrinho dela, um amor de menino e a familia todo foi fantastica. Não conheciamos ninguem alem da Lara e o marido e fomos tratados como familia. Depois do jantar a campainha tocou e todos ficaram euforicos, o Giulio ficou doido, foram ver e o Papai Noel tinha deixado os presentes que ele pediu na porta, ele não parava de gritar que era um sortudo. Foi lindo! Sai de la me sentindo tão afortunada quanto o Giulio.
Presepio do Vaticano na noite de Natal.

Passamos em casa pra deixar os presentes e caminhamos até o Vaticano. O metro ficou fechado da noite do 24 até o dia 26 de manhã. Assistimos meia hora da missa, vimos a parte que o Papa falou das crianças e depois uma oração em portugues. Então voltamos pro hotel de taxi. Meus olhos nem paravam aberto.

Praça do Vaticano onde assistimos parte da missa pelo telão.

Eu gostei de ver a missa, mas pra mim o mais especial foi o jantar mesmo, me senti muito acolhida.

Nos dias que sobraram da viagem ficamos passeando pela cidade, tentando descobrir cada cantinho, visitamos varias igrejas e aproveitamos pra ver a galeria Borguese.

Essa foto do Lu é na Boca della Verita, diz a lenda que se você conta mentira então a boca te morde, da uma olhada na carinha do Lu... ai ai ai :). Fica na Piazza Boca della Verita e no mesmo local tem os restos mortais de São Valentino.


Jantamos e almoçamos massa e pizza todo dia. Por mais que ja tenha comido boa massa italiana, nunca comi tanta massa gostosa. Um molho melhor que o outro. Adorei Panna Cota e tudo mais que eu comi. So não gostei mesmo foi do frio, comer fora olhando a paisagem era impossivel, comida gelada e talheres congelados. Ja as pizzas achei todas otimas, mas tem muita pizzaria boa no Brasil, então não achei tão impressionante melhor como achei as massas. Lembro do gostinho de cada molho que provei e do inhoque então... nossa comi o melhor inhoque do mundo!!

Fomos a 2 pizzarias consideradas muito boas, ambas na verdade são padarias que na hora do almoço vendem pizza em fatias. Uma na Campo de Fiore, onde a massa é fininha e esta em varios guias turisticos, chama-se Il Campo de Fiore e fica ao lado esquerdo da fonte. Outra na Trastevere, com a pizza de massa bem grossa, essa foi a Lara que recomendou porque é a preferida dela. Eu amei as duas, mas pra matar a fome a da Trastevere é melhor. Duro é achar o lugar, bem escondido e com atendimento em italiano only :)

Pizzas em Taglio na La Renella, na Trastevere.

Ah! Também provamos, depois de procurar muito pela sorveteria, o tal do melhor gelato da Italia. A gelateria é super premiada, os sabores são originais, sem corante ou sabores artificiais. Gostamos bastante, o melhor foi o de avelã. Na verdade todo sorvete em Roma foi otimo, testamos um diferente por dia e foi tudo otimo. Pra mim o melhor sabor de todos foi o de Nutella!

Mais detalhes

O melhor passeio é o que desce da Piazza del Papolo pela Via del Corso até a Piazza Venezia. Da pra ver todos os pontos turisticos no caminho.

Nosso hotel foi o Hotel Italia ( www.hotelitaliaroma.it ).

Não compramos o Roma Pass, porque so vale pra 3 dias e não queriamos fazer tudo correndo, mas se você tem menos tempo vale a pena porque pode furar fila, o que na alta temporada deve ser o maximo!


Il Gelato di San Crispino fica na Via d. Panetteria, 42. Perto da fontana de Trevi

A maior parte dos ingressos são validos por bastante tempo, o ticket do museu nacional por exemplo, é valido por 3 dias, enquanto que o do Palatino vale por 24 horas.



Dia de despedida de Roma, com Capuccino claro :-)

3 comentários:

Erika disse...

Que passeio MARAVILHOSO, Vi!!
Cada lugar lindo! Sem falar nas comidas! Humm.... aprendeu como faz o macarrão, os molhos, o inhoque e tudo mais pra colocar no seu blog de receitas?! Quero experimentar tudo!! :)

E até encheu meus olhos de lágrima ouvir vc falar no jantar com a família, com Papai Noel e tudo! Isso sim é o verdadeiro espírito de Natal!

PS: o que vc vai aprontar na virada do ano novo? Paris?! ;)

Super beijo pra vcs! E Feliz 2009!
Erika

Vivian Teixeira disse...

Oi Erika,
Compramos uma maquina de fazer massa em casa pra eu treinar, pode deixar que quando der certo eu publico.

Vi os videos da virada em Paris e não gostamos. Descobrimos que gostamos de dormir na nossa cama na noite de ano novo, então a virada foi em Zurique mesmo :-)

Bjo

Michele Anjos disse...

Que legal Vi, deve ter sido muito maneiro passar o Natal em Roma.
Achei lindo o presépio!
Beijos