sábado, 13 de setembro de 2008

Miss Italia

Foto exposta no Kunsthaus de um fotografo de Hong Kong.

Desde que chegamos de viagem nossa vida esta bem agitada. Nos primeiros dias não conseguimos voltar pro fuso horario e passei algumas noites dormindo poucas horas e outras muitas. Aproveitava que estava acordada pra fazer limpeza, cuidar das roupas... Foi uma semana de casa limpa!

Sabado passado a Ayami e o Juerg vieram tomar cafe da tarde aqui, com cha verde que trouxemos da china, pão e bolo feito em casa. Foi bem bom. Tem um lance engraçado com cafe da tarde em casa, nos cafes que eu ia em Campinas sempre acabava cedo, mas as 2 vezes que fiz cafe da tarde acabaram de madrugada!Uma vez em Manaus ficamos até as 5 da manha conversando, so na base de pão, leite e cafe! Dessa vez não foi diferente, ainda vimos um curta e um filme depois do cafe e ficamos até 1 da manha. Acho que o meu café é muito forte, então criei um novo estilo de cafe da tarde. Eh uma especie de brunch a noite, como isso seria? afternoon tea + dinner = tinner? Bom, fica pra quando eu estiver mais criativa.

Ganhamos uma picanha argentina de presente, dividimos em 3 deliciosos almoços. Quem diria... eu e o Lu precisando de 3 refeições pra dar conta de uma picanha... Teve uma epoca que não passaria de 1 dia! Ainda bem que isso mudou. Mesmo em 3 refeiçoes eu passei muito mal. Não estou mais acostumada com carne vermelha e gordura. Hoje em dia comemos muito mais carne branca e carne magra (avestruz) do que carne de vaca. Descobri que meu corpo trabalha muito melhor assim, com a carne vermelha tenho que comer pouco ou tomar remedio. Numa das refeições usei os temperos que trouxe da china, como molho de ostra e vinho de arroz, ficou perfeito! A cozinha que eu mais gosto é a minha mesmo, pq não consigo ser purista, misturo varios estilos pra fazer algo gostoso, não algo tipico...

Quarta-feira fui no museu Kunsthaus com a Ayami. Zurich tem menos de 400 mil habitantes e consegue ter museu com obras famosas. Achei bem divertido o passeio e fiquei impressionada com a organização do museu e com a iluminação. Hoje em dia os quadros mais famosos recebem um vidro na frente como forma de proteção e esse vidro sempre reflete a luz impedindo a gente de ver os detalhes da pintura ou tendo que ficar chacoalhando a cabeça na frente do quadro pra conseguir ve-lo, mas a maioria dos quadros aqui não tinham vidro ou estavam bem posicionados. Obvio que por ter muita arte modena não virou meu museu favorito. Afinal de contas um monte de saco de tecido pendurado com isopor dentro imitando dois penis em confronto é arte?? Parece mais serviço de moleque de colegial.

Tenho uma teoria sobre arte moderna: antigamente os pintores se tornavam famosos pela qualidade com que reproduziam uma pessoa ou uma paisagem, como a iluminavam, qual angulo as viam, como pincelavam... Hoje em dia da pra fazer a mesma coisa com muito mais precisão com uma maquina fotografica e um software, logo artista moderno é fotografo. Os que se dizem artista moderno acabam fazendo um monte de risco babaca e chamando de arte e um monte de gente metida a mais inteligente olha e fala que é interessante, complexo e profundo...
Não vou dizer que toda arte moderna é lixo, tem algumas coisas realmente criativas que são agradaveis de olhar, mas não da pra ficar apreciando trabalho de hospicio e chamando de arte... fala serio...

Mudando de assunto, o Lu conheceu um brasileiro de belo horizonte em um encontro do PMI e ele nos convidou pra jantar. Não sabiamos muito o que nos esperava. O Lu so falou com ele uma vez e não sabiamos quantas pessoas iriam nem nada. Foi muuuito legal! Conhecemos um grupo de brasileiros (mistos entre minas, bahia e interior de sp) super animado. E o Daniel, que o lu conheceu primeiro, fez uma risotada que estava otima!

Ontem fomos comer pizza juntos no Molino, estava super boa e ainda encaramos um bar depois onde eles tomaram caipirinha e eu uma coca pq estou velha e estava tentando manter meus olhos abertos. Achei os nomes das pizzas bem criativos, dai tirei o nome do post: Miss Italia é o nome da pizza que comi.

Ah teve mais uma essa semana, recebi um dvd de presente pelo correio do jornalista que eu conheci no trem entre Cracovia e Varsovia. Um filme polones que conta a historia de 3 amigos em 1890 no periodo industrial em Lodz. Ele mandou pra eu ver como era o lugar que visitei. Fiquei tão feliz com o presente que nem sei como agradecer. O Lu sugeriu de mandarmos um filme brasileiro, mas qual? Carioca violento ou nordestino engraçado? Não sei ainda.

Antes de viajar pra China fui com a Chantal no bar panoramico que fica em baixo do observatorio de Zurich. Adorei!

2 comentários:

Michele Anjos disse...

Que maneira essa vista Vi!
Deve ser muito legal esse lugar com vista panorâmica. O restaurante era giratório também? Fomos em um no Chile maneiríssimo, o "Giratorio Restaurant" e tinha uma visão da cidade de Santiago maravilhosa. O restaurante e a comida eram muito bons, agora quero ir no que tem aqui em NY, quando for te conto.
Bjs

Vivian Teixeira disse...

Roda não, a gente tem que rodar o lugar com os pes mesmo :-)
Bjos