sexta-feira, 21 de maio de 2010

Grande Grande Prémio de Mônaco

GP Formula 1 - Mônaco 2010


Pisei fora da estação e ouvi o barulho dos motores. Meu coração disparou e já não conseguia não sorrir com a adrenalina dos carros. Obvio que não dava pra ver nada, era só o som e já era muito bom.

A cidade era um caos, com tantas vias interditadas foi dificil achar o lugar onde retirariamos os ingressos.

Já com os ingressos na mão fomos conhecer Mônaco. As ruas devem ser mais charmosas sem as barracas de vendas de artigos da corrida e sem os italianos, espanhois e brasileiro cantando, bagunçando e tirando foto dos carros que passam ou estão espostos. Almoçamos num restaurante onde os dois pratos chefes da casa eram Paella e Lazanha. Não dá pra dizer que era um restaurante tipico de nada :)

A uma e meia da tarde da sexta a pista foi aberta e podemos caminhar nela. Entramos e saimos pela linha de chegada, dando uma volta no circuito perto da marina. Ao redor da pista ha varios restaurantes e bares e quando a pista é aberta eles montam mesas. Tudo muito organizado e limpinho. A garçonete do bar que paramos parecia uma modelo, fiquei impressionada.

Domingo acordamos e fomos pra estação de trem, uma senhora estava la cheia de crianças e nos deu um ticket de trem pq ela não usaria todos que tinha. Tentamos pagar, mas ela não aceitou tudo. Chegamos em Monaco tranquilos, caminhando e procurando o tal portão do setor Rocher - que é uma rocha e de acordo com a foto do site vc pode assistir a corrida em pé - pagando 70 euros por pessoa.

Finalmente achamos e não era acreditavel! A tal rocha estava tomada de gente, onde cabiam 100 tinha 300 e as pessoas que estavam lá ja não queriam mais ninguem por perto. Ver a corrida só de binoculos, porque é muito muito longe da ação. Depois de ser enchotada aqui e ali resolvi ir embora. Não tinha pago pra passar nervoso e se não fosse pra ver a corrida não fazia sentido estar naquele lugar. Foi ai que o Lu ligou o botão de `dane-se` e compramos um outro ticket pra assistir da arquibancada.

A arquibancada é numerada e quanto mais perto da pista mais barato fica pq o angulo de visão é menor e o barulho maior. A vantagem é que os carros passam no seu pé, da pra ver cada detalhe.

Os carros começaram a se aquecer e esquecemos o estresse passado no Rocher. Largada e safety car, mais safety car e mais... O bom do safety car é que com ele na pista vc consegue realmente ver os carros, mas pra não esfriar os pneus os carros faziam ainda mais barulho e teve algumas vezes que minha barriga tremia quando os carros passavam correndo. O corpo inteiro sente a vibração do som do carro passando.

Vimos varias pessoas famosas como o Rubinho, o dono da Virgin, o Mick Jagger e a Naomi Campel, mas o mais divertido foi a Paris Hilton. Parecia desenho das patricinhas. Começou a cantar o hino da Australia no podium e a doida começou a desfilar nos boxes seguida por um monte de fotografos. Totalmente sem noção.

Eu amei a corrida, mesmo não tendo brasileiros no podium a emoção de assistir já vale a pena e o bom de não ter um favorito é que você torce pelo show.

Sai de la sorrido e com tanta dor de cabeça que tomei 3 aspirinas pra conseguir dormir e não resolveu, no meio da noite eu ainda acordava com um carro passando dentro da minha cabeça. Mas no dia seguinte ja estava boa. Acho que essa foi minha dor de cabeça mais feliz até hoje.

Fotos e videos: http://picasaweb.google.com/vivian.p.teixeira/MonacoF12010

3 comentários:

Michele Anjos disse...

Foto muito legal, imagino que deve ser muito maneiro mesmo!!!

Erika disse...

Vcs sao muito chiques MESMO!!! :)

Bjo grande,
Erika

Almiro Lemos disse...

Vivian, por favor você pode me dizer qual setor é esse em que você assistiu a corrida, que ficou de frente para o telão? Obrigado.