domingo, 21 de outubro de 2012

Montanha a Cima


Esse post é multi tema, já que nao escrevo a algumas semanas vou tentar fazer um resumo das aventuras. 

Primeiro a minha promoção. Subi de analista pra líder de um time de 4 pessoas. Sabia que a mudança nao seria fácil, por que no meu time tinha varias pessoas que queriam a posição de líder e a empresa então fez um processo de seleção bem longo, com analise de currículo e até entrevistas. Quando o resultado saiu fiquei super contente. Mas com a promoçao os que eram colegas viraram inimigos mortais, ainda mais porque sou nova comparado a algumas pessoas do time e isso por aqui conta muito, é uma sociedade que privilegia idade. Enfim, agora tenho muito mais responsabilidades, mas horas pra trabalhar por semana e mais gente querendo minha cabeça. Então acabo meus dias destruída e querendo me esticar no sofá e fazer nada. Daqui parto pro meu próximo tópico: a dieta.

To seguindo a dieta a risca, mesmo quando tenho visitas preparo doces, carboidratos e nao os como. No entrando parte da dieta é fazer exercício, 30 minutos de caminhada mais uma seqüência de abdominais 7 dias por semana. Mas com o cansaço e desanimo das minha primeiras 2 semanas no novo cargo nao fiz nada disso e estacionei. Passei 4 dias com o mesmo peso e comecei a me preocupar. Durante o período da mãe natureza eu até coloquei de volta um quilo. Decidimos dar uns dias pra ver se meu corpo perdia a batalha contra a dieta e nao funcionou. Ontem resolvemos apelar e subir uma montanha, literalmente, pra ver se o desgaste físico me colocaria de volta na dieta e funcionou. Hoje eu finalmente vi diferença na balança. Hoje completo 6 semanas e 6,5kg a menos. Nao tão rápido quando eu gostaria, mas já vejo uma diferença enorme no meu corpo. A cintura diminuiu bem e já entro em jeans que nem passavam das coxas um mês atraz.

A montanha. Acordei cedo, fiz compras, mariei as carnes da semana, voltei no mercado porque um dos bifes que comprei estava expirado, voltei, assei duas trutas pra almoçar e dois files extras pra comer durante a semana. Lu cuidou da loça e o como estava sol começou a planejar uma caminhada. Onde? Vamos longe um pouco pra variar a vista. Gruyeres? Pode ser. Muito sensato ele sugeriu de subirmos de teleférico e voltarmos andando montanha a baixo, mas eu muito teimosa falei que nao, que era melhor subir que queimaria mais energia e desceríamos de teleférico. 


Achamos uma trilha na internet de 2 horas nível fácil e fomos. Fica 30 minutos de carro de casa, no escritório de turismo a atendente explicou o trajeto e disse que tinha uma parte íngreme que era difícil, mas o restante das 2 horas era fácil. Três da tarde, o teleférico fecha as 17:30, então nao poderíamos atrasar muito a subida. Acima tem uma imagem do mapa, mas a trilha corta por dentro da floresta, que é mais íngreme, mas mais curto.

Primeiro trecho. 

Trinta minutos de subida leve e eu estava morrendo sem ar, um grupo passou pela gente descendo e disse que os proximos metros seriam dureza e nos desejou boa sorte. Com uma hora meus joelhos tremiam e sentamos um pouco pra descansar e alongar. Eu nao queria desistir, mas estava com muito medo de nao conseguir chegar lá a tempo e nao ter forças pra voltar ou ter que voltar no escuro. Lu nao insistiu, me deixou decidir e decidi tentar subir. Fizemos 400 metros de subida em 1 hora e os últimos 400 metros em 1:10. Sao uns 11 quilometros. Cheguei só o pó. A vista é linda, mesmo destruídos conseguimos aproveitar. O céu limpo e azul, dava pra ver toda a região de Gruyeres. Muito bom. 
Metade do trajeto é dentro dessa floresta.

Fico decepcionada com a minha desenvoltura esportiva, queria ter mais resistência. Apesar de ter gostado muito de ter subido, depois do ocorrido claro, pq na hora eu só consegui me chamar de burra teimosa pq devia ter descido como o Lu sugeriu, eu acabei o dia passando muito mal, enjoada do cansaço e hoje to com uma dor de cabeça de sinusite insuportável. Tava 16 graus e sol, nao imaginei que ficaria tão ruim da sinusite nessas circunstancias. Agora tenho que achar forças pra continuar me exercitando durante a semana e tentar um outro morro semana que vem. Me desejem sorte, ou como dizem por aqui "bon courage!"

As escadas... Quase no fim!
Ultimo trecho.
A recompensa!

Um comentário:

Erika N L disse...

PARABENS Vi!!!
Parabens pela promocao no trabalho (conhecendo vc eu nao me surpreendo de terem te selecionado pra posicao de lider) e principalmente parabens pela subida na montanha. Que coragem, menina :)

Espero que vc se recupere bem durante a semana.

Bjosss,
Erika