segunda-feira, 20 de julho de 2009

Buona Giornata - Hiking em Ticino


Planejamos por semanas subir uma montanha na região de Interlaken, mas por causa da chuva e do mal tempo, na ultima hora mudamos os planos para Ticino.

Começamos o trajeto sabado de manha em Zurique, saimos de trem as 7:30 pra Locarno, em Locarno pegamos um onibus pra Avegno.

Nessa foto estamos procurando a entrada pra trilha em Avegno, a 296 acima do nivel do mar.

Não tenho preparo fisico pra uma trilha muito dificil e esse foi nosso primeiro hiking, então tentamos essa trilha que em teoria é de dificuldade média. No entanto quando chegamos nesse ponto e olhei pra cima, vi que médio ja seria muito pra mim, e foi mesmo.

Trilha encontrada e começou a subida.

Nessa parte a trilha é de pedra, seguimos o caminho das aguas para ter certeza que estavamos subindo.

Quase todo o trecho é bem sinalizado e o mato é aparado.





A trilha é marcada em vermelho e branco. Ha varias casinhas de oração pelo caminho. Ticino é um cantão italiano e não poderia deixar de ter referencias catolicas. Acho que nessa foto estamos a 385 metros de altura, então ja foram quase 100 metros do caminho.

Minhas pernas ja estão doendo e eu ja estou começando a achar que vou ter que ser resgatada de helicoptero desse lugar ou carregada morro a baixo.


Passando por Scaladri.

Pela descrição da trilha a cada 1 hora ha um ponto para beber agua, pode ser que seja isso para quem consegue subir rapido. Pra gente foi uma hora e meia entre uma bica d'agua e outra ou mais.

Alias eu não entendo porque eles marcam as trilhas em horas, alguem mais experiente deve entender...


Amoras selvagens pelo caminho.

Esse foi um ponto complicado, deviamos seguir pra cima, mas a trilha estava confusa, não cortaram a grama e não dava pra saber, nem com esse monte de placas, se estavamos no lugar certo. As vezes esperavamos o Juerg olhar o caminho e depois ele voltava ou nos gritava dizendo que era por ali mesmo.


Hora de almoçar, o ponto de pic-nick não chegava e estavamos mortos de fome, então paramos pra comer numas pedras.

Salada pronta do mercado e torta de carne moida que eu tinha feito no dia anterior.
















Nessa altura minhas pernas ja não me obedeciam mais, so tremiam de tanto cansaço. Estavamos a 10 minutos do Monasté, que fica a 1100 metros de altura.


















Depois de comermos entramos numa area muito ruim, 10 minutos antes de Monasté é puro matagal cheio de grilos. Eles voavam na gente e dava medo deles entrarem pelos buracos do ouvido ou boca. Nessa hora começou a dar vontade de ir no banheiro e não tinha como, foi muito ruim. Queria socar um de tanta irritação. No final so consegui fazer meu xixi no hotel.

Vista de Monasté.
Lago Maggiore visto de Pianosto a 1338 metros de altura e quase 5 horas de caminhada.

Vista de Pianosto - Ainda da pra ver neve la no fundo!


Essas casinhas de pedras é onde estavamos em Pianosto, agora vamos subir até o hotel.

Esse trecho é descrito como plano no mapa, mas vai ver o significado de plano na Suiça é diferente.

O Lu optou por uma calça a prova d'agua, o que seria ideal pra um dia de chuva, como era previsto, mas não choveu e ele quase derreteu de calor dentro da calça. A minha era Dry Quick, realmente fiquei sequinha, mas se tivessemos pego chuva gelada eu teria congelado pois é uma calça de verão.


O hotel fica do outro lado dessa montanha (foto abaixo), precisamos atravessa-la ou contorna-la. Não entendo nada de hiking, estava em ritmo bem lento e cansada, então deixei os meninos ressolverem e resolveram por corta-la no meio.

Nesse ponto, exatamente onde eu tirei essa foto, tive certeza que não sou esportista, pois descobri que dava pra ter vindo de carro e caminhado até Pianosto, a mesma vista com muito menos esforço, então me senti uma idiota!

O nome desse lugar é A. Vegnasco. Funciona como pista de esqui no inverno, mas fica fechado durante o verão. As duas fotos seguintes são vistas do topo de A.Vegnasco:

Estava acima do meu pico de cansaço, ventava frio e minha garganta começou a doer, ja faziam mais de 5 horas que estavamos andando e meus pés começaram a pedir arrego. Não acho que a subida de A. Vegnasco valeu a pena. Devia ter poupado essa energia para o segundo dia.

Juerg e Ayami

Finalmente avistamos o hotel.

HOTEL

Capanna lo "Stallone", Alpe Cardada, 1486 metros a cima do nivel do mar.

O jantar é um buffet de polenta feita no fogão a lenha, a polenta é uma delicia mesmo. As carnes que acompanhavam é que não tinham gosto de nada. O buffet ainda tem entrada ( com frios e salada) e sobremesa.

Quarto, jantar, café da manha e mais bebidas (vinho e cervejas) ficou 100 francos por pessoa.



O quarto do hotel.



Fim do café da manha, hora de planejar a volta.

Não é muito legal descer uma montanha, machuca muito os joelhos ja feridos do esforço no dia anterior. Também não tinha nada novo para ser visto, então foi em grande parte sofrimento.

Descemos pelo Monte di Lego, unico lugar da descida que realmente me agradou. Tem uma vista linda.



Monti di Lego.

Paramos pra almoçar num restaurante chamado Grotto al Ritrovo. A entrada e o prato principal (linguiça tipica de Ticino com risoto de açafrão) estavam deliciosos, mas o serviço era lento (30 min entre um prato e outro), o restaurane estava quase lotado e a dona estava de mal humor.

Foi isso! Pegamos um onibus e descemos até locarno, de la voltamos pra Zurique, chegando em casa 8:30.

O mapa do primeiro dia!

No geral eu gostei de fazer um hiking, mas acho que pegamos muito pesado pra uma primeira vez e mais ainda pra dois levantadores de garfo como a gente. Minhas pernas estao doendo bastante hoje.

Acho que sou independente demais pra passar dois dias seguindo alguem, mas vou tentar mais algumas vezes antes de abandonar essa ideia.



2 comentários:

Patricia disse...

Oi Vivian!

Puxa, nao desanima mesmo nao!
Sabe que eu tb sofri no hiking que fizemos no Lake District, mas depois que o corpo desintoxica vale muito a pena! Bom, eu adoro natureza, mas sou preguicosa, e acho que quando venco o cansaco a coisa toda flui e fico muito feliz no final! mas qdo nos fomos estavamos acompanhado de um grupo experiente (e paciente), ai acabou sendo divertido. Agora concordo com voce, melhor comecar mais devagar e descer montanha e MUITO pior que subir! :(
Adorei as fotos, e da perspectiva de uma leitora de seu blog, sua aventura valeu muito a pena :D Amei! :D

grande beijo!!
Patie

Michele Anjos disse...

Que post maneiro Vi, fotos lindas!!!