quinta-feira, 10 de julho de 2008

Cabelo na salsicha

Adoramos salsicha e molho de tomate na baguete, então ontem resolvi fazer esse meu cachorro quente alternativo. Tinha um pacote de salsicha na geladeira e quando abri achei um cabelo. Pensei que fosse meu mesmo e tentei tirar, mas ele não saiu. Analisei cuidadosamente o dito cujo e vi que não podia ser meu pois, alem de ser enorme, estava prensado na lateral da embalagem. Não me corformei.

(Sempre que compro um produto aqui penso, pq comprar o mais caro? Estou na Suiça, o mais barato aqui ainda é suiço.)

Voltei no mercado onde tinha comprado as salsichas. Era 6 da tarde e o mercado estava com bastante gente que tinha saido do trabalho. Não queria queimar o filme do mercado, mas como não tinham um local de atendimento ao cliente fui ao caixa. Mostrei o problema pra garota bem discretamente dentro de um saquinho para não assustar os outros clientes da fila. Ela chamou a supervisora. A moça veio, olhou e não entendeu, falei em ingles sem falar a palavra 'cabelo', so mostrei com a mão pra ela e ela disse que podia ser 'meu ou seu' e virou as costas pra mim. Fiquei possessa. Tirei da sacola e puxei o cabelo de dentro do pacote com toda a fila de pessoas me olhando assustados e disse que não podia ser meu pq estava preso dentro do pacote. Ela pegou a salsicha, botou no lixo e me devolveu o dinheiro.

Uma coisa que você aprende na Suiça, eles não gostam de estar errados. Mesmo errados eles insistem muito no erro antes de aceita-lo.

Exemplos: Demos um cupom de desconto no caixa que valia até dia 17 do mes seguinte, e era dia 18 (um mes antes) e a moça disse que o cupom estava vencido. Explicamos e ela disse que não tinhamos entendido o cupom e que estavamos enganados. 5 minutos depois de discussão desistimos de usar o desconto de 10 francos e iamos pagar, ela pegou o cupom pra por no lixo e leu novamente a data. Pediu desculpa, devolveu o cupom e falou que poderiamos usar no futuro... Outro: passei as comprar e dei o cartao de fidelidade do mercado, a senhora falou que eu estava errada em dar o cartao depois das compras, que tinha que ter dado antes. Ridiculo, se esse fosse o caso ela devia ter pedido antes, mas não pediu antes e nem depois. Dai ela disse que como eram 30 francos daria muito trabalho passar o cartão por tão pouco, fiz cara que não estava entendendo e fiquei esperando ela passar pra sair do caixa - muito abusada... Enfim, eles são osso duro na hora de assumir um erro...

Essa semana foi de aventuras mesmo, vocês acreditam que um velhinho meteu a mão na minha bunda no mercado? Serio!! Eu fui pegar o pão que estava na prateleira de baixo e ele aproveitou, virei brava e ele tava sorrindo com o outro amigo velhinho falando em arabe. Respirei fundo e pensei que a briga não valia a pena. Fiz cara de mal e fui acabar minhas compras.

Esse gatinho sempre fica tomando sol na janela quando amanhece frio, muito gatinho ele :-)

2 comentários:

Erika disse...

Nossa, Vi!
Cada história?! Nâo dá pra acreditar que isso aconteça na Suíca...
Vai anotando tudo pra gente rir tb daqui, mas pra depois vc escrever um livro. ;)

Beijo!
Erika

Michele disse...

Mas que velho abusado!!! Que ódioooooo, dá vontade de armar um barraco, só pq ele é idoso acha que pode desrespeitar as pessoas! Fala sério! Cada doido que aparece hein Vi?